redes sociais

Como a alimentação pode ajudar no enjoo

Como a alimentação pode ajudar no enjoo
Como a alimentação pode ajudar no enjoo
Avaliação do Usuário: 4.9 (4 votos)

Estar grávida não é das tarefas mais fáceis.
De acordo com a American Pregnancy Association, cerca de 75% das mulheres neste período sofrem de enjoos.
Sim, é um número bem alto! E isso acontece principalmente por causa das alterações hormonais que ocorrem no organismo delas, especialmente no primeiro trimestre de gestação.
Mas o que muitas não sabem é que é possível usar a alimentação a seu favor no combate dessas fortes náuseas.

• Tenha uma alimentação fracionada: no mínimo seis refeições ao dia e em menor volume (ficar muitas horas em jejum é um dos fatores que aumentam o enjoo);

• Evite líquidos durante as refeições maiores e não deite logo após comer;

• Evite odores e temperos fortes, frituras, pastelarias, doces e preparações gordurosas, como feijoada e gratinados;

• Evite bebida alcoólica, café e chá mate;

• Prefira bebidas frias e ácidas. Durante o dia, beber a água com limão ou limonada sem açúcar pode ajudar a reduzir o enjoo;

• Prefira alimentos secos. Biscoitos salgados, como cream-cracker, biscoito de água e sal ou torradas são uma boa dica para o café da manhã; no almoço: batata cozida, arroz ou macarrão;

• Utilize gengibre e observe se há melhora dos sintomas. Uma dica: pera cozida com gengibre ralado;

• Pela manhã, se acordar enjoada, ainda em jejum coma dois ou três biscoitos tipo cream-cracker. Depois de um tempinho, tome o café da manhã normalmente;

• Mastigue cristais de gengibre após as refeições;

• Picolé de fruta ou sorvete de fruta melhora muito o enjoo.