redes sociais

Quais chás as grávidas podem tomar na gravidez?

Quais chás as grávidas podem tomar na gravidez?
Quais chás as grávidas podem tomar na gravidez?
Avaliação do Usuário: 5 (1 votos)

P.: Quais chás a gestante pode tomar?
Andrea Martinez, Curitiba (PR)

Dr.: Não há problema em tomar diariamente uma xícara média de chá que contenha cafeína, como é o caso do preto.
A substância só é prejudicial se ingerida em excesso – mais de 300 mg por dia, o que equivale a três xícaras médias de chá preto –, podendo aumentar o risco de aborto e parto prematuro.
Também vale mencionar o chá verde, que é extraído da mesma planta do preto, mas apresenta substâncias mais ativas, especialmente cafeína e flavonoides.
Em gestantes, deve ser ingerido com muita cautela, especialmente no primeiro trimestre, porque pode causar a inativação de uma enzima envolvida no metabolismo do ácido fólico, necessário para o feto. Chás à base de ervas devem ser encarados com cuidado, porque algumas são tóxicas para grávidas, como a canela.
O melhor é questionar o médico antes de consumir essas bebidas. Chás de fruta ou de hortelã são boas alternativas, assim como a infusão de água fervida com uma fatia de gengibre, que melhora o enjoo.

P.: Com quantos meses eu devo parar de dirigir? Como usar o cinto de segurança? Trancos no carro, quando passo por uma lombada ou valeta, afetam o bebê?
Dâine Cortona, São Paulo (SP)

R.: A maioria dos médicos recomenda que a gestante pare de dirigir a partir de 34 semanas, quando o bebê está quase pronto para nascer e o desconforto é maior. Por outro lado, a viagem de carro não traz risco adicional para a gravidez, exceto em longos percursos, se você ficar sentada por muito tempo, o que aumenta o risco de trombose. Nesse caso, é recomendável parar a cada duas horas e caminhar um pouco. Use cinto de segurança de três pontos, o tipo mais comum nos carros de hoje, que protege a gestante e não agride o bebê. O líquido amniótico que o envolve amortece a compressão do cinto e os solavancos do carro ao passar por buracos ou lombadas. Não usar cinto representa o principal risco, pois pesquisas demonstram que a maior causa de perda fetal em acidentes de carro é a morte da mãe.

P.: Posso pintar as unhas durante a gravidez?
Lucilene Silva, Caucaia (CE)

R.:Sim. O uso de esmalte não compromete o bebê, porque o produto tem uma absorção pequena pela gestante. Os cuidados com as unhas são importantes porque elas podem descamar e quebrar mais facilmente durante a gravidez, devido à demanda nutricional do feto. Caso isso aconteça, você deve mantê-las curtas e usar luvas de borracha para realizar tarefas domésticas. Passe sempre um creme nas mãos. As unhas dos pés também devem ser cortadas, mas não a ponto de encravarem, provocando inflamação. Corte-as retas. Se não conseguir alcançar os pés, recorra a um pedicuro ou podólogo, procurando um salão de boa reputação, onde equipamentos como tesouras e alicates sejam corretamente esterilizados.

*Este texto faz parte da coluna Pergunte tudo sobre gravidez da edição 240 (Novembro, 2013) da Revista Crescer

PérezR10
Dra. Carla Góes Souza Pérez é médica-cirurgiã, pós-graduada em Medicina Estética pela Universidade John F. Kennedy. Integra a Sociedade Brasileira de Medicina Estética, a Sociedade Brasileira de Laser, a Associação Brasileira de Cosmetologia. Ministra palestras e presta consultorias para revistas, jornais, rádio e TV. Autora dos livros: Grávida e Bela 11ª edição (Editora Ediouro) ; Mãe, e agora? 3ª edição (Editora Ediouro); Belíssima: aos 40, 50, 60...(Editora Conex) e Beleza Sustentável. Consultora da linha de cuidados pessoais da Philips. Consultora científica e idealizadora da linha Grávida e Bela.